Latest Posts

   

Entre o espaço e a terra, fotografa Djeneba transpassa um universo mix cultural.


Fotografa, artista e design de interiores, a visionaria Djeneba Aduayom, prova que não existem limites quando se trabalha com arte e design. Linka em seu reportório uma longa carreira de dançarina, realizando trabalhos com Tina Turner, Robbie Williams, Diana Ross e Príncipe.

Após passar por duas cirurgias, a artista encerrou sua carreira de dançarina. Foi então que seu trabalho com fotografia se inciou. Se mudou para Los Angeles e começou a fotografar como uma DSLR.

Os desafios da carreira de fotografa tornaram Djeneba autodidata, aumentando seu repertório e a busca por mais conteúdo e informações. Essa base a levou para seu estilo de fotografia criativo e de olhar apurado. Trabalhando com diversos ângulos e detalhes de uma maneira diferente. Traz movimento, performance e emoção em seu trabalho que incluí fotografias de editoriais, retratos e ensaios.

Para suas inspirações, a artista recorre as suas heranças africanas, italianas e francesas, um mix cultural. Cada paisagem de suas fotografias são inspiradas em lugares que conheceu durante viagens ao redor do mundo, conectando pessoas e historias.
Minhas viagens pelo mundo me inspiraram a integrar várias paisagens em minha fotografia e criar uma conexão entre lugares e pessoas quando possível. Como autodidata, eu sinto que olhar através do visor e tirar fotos é como olhar dentro de mim mesmo e do meu mundo interior e isso me permite canalizar e expressar emoções, bem como se conectar com as pessoas de uma maneira simples, genuína e íntima.











O editorial é inspirado na DMTologia. Um conceito criado pela Redoma que se refere à vivência possibilitada por uma substância produzida pelo cérebro. As fotos retratam realidades paralelas, trazidas tanto pelo DMT quanto pela Redoma. Num mundo onde as modelos transitam entre dimensões, universos e momentos.

O ser 1 (Heve Bluu'e) é captado pela câmera numa performance que transpira dança, diversão, animação e arte.

O ser 2 (Lourene Nicola) representa plenitude e subjetividade. Numa linguagem branda e respiração calma.

No início do editorial, os dois seres estão separados. Até o momento em que vestem os óculos de realidade virtual e se encontram em outro espaço-tempo proporcionado pela DMTologia.

Beleza: Gabriella G. Van de Beld e Luna Tik

Conceito, direção e produção: Lourene Nicola

Fotografia: Jennyfer Berté

Modelos: Heve Bluu'e e Lourene Nicola

Produção de figurino e co-produção: Maria Eduarda

3D: Fernando Helfenstein



























Editorial imerge no universo sci-fi e dialogo com espaços públicos sua arquitetura.

Entre cores neon, elementos sci-fi e a distopia do aquecimento global, presente nas estampas das peças que compõe a nova coleção da  marca curitibana Veine, o editorial 1994 CHAOS dialogo com a conexão entre os espaços públicos, sua arquitetura, grande poder de decisão, e um futuro distópico.

Nas fotos modelam: Rony Junior / @ronyjunior / e Bruna Grandini / @brunagrandini /

Fotografia assinada por Paulo Cesar / @guumball_ /

Maquiagem por Ana Barreto / @oficialannaberetto /

Produção e estilo: Geovane Souza / @geovanesza /

Estilo através das peças da marca VEINE e cropped 1994.unnq

























Brilho pop e cultura underground se chocam no styling de Sebastian Zal Filsoof em fotografias assinadas por Kasper Servé.

O modelo Albert Krohn foi fotografado por Kasper Servé, com styling que caminha entre o brilho dos anos 90 a caminho dos anos 2000. Sebastian Zal Filsoof assina o estilo construido com peças das marcas Lærke Andersen, VOFT, Valentino, Jean//Phillip, Maison Margiela, Ivan Grundahl, Versace.

O brilho da explosão do pop assume a identidade da persona de Albert, que se choca com o styling underground de peças oversizeds e o uso despretensioso da alfaiataria. Traz peças de jeans, tricote e malha, afirmando as tendências que circulam pelas ruas.

 Editorial exclusivo da FuckingYoung.